Fishbone Diagram Template in Miro

Modelo de Diagrama de Ishikawa (Espinha de Peixe)

Visualize as causas potenciais de um problema a fim de resolvê-lo de forma colaborativa com nosso modelo de Diagrama de Ishikawa online.

Trusted by 65M+ users and leading companies

walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
liberty mutual
wp engine
accenture
bumble
delloite
hewlett packard
total
dropbox
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
liberty mutual
wp engine
accenture
bumble
delloite
hewlett packard
total
dropbox
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign

Sobre o modelo de diagrama Ishikawa

Você gostaria de enfrentar os problemas pela raiz e não remendá-los conforme eles surgem? Você quer melhorar a tomada de decisão? Você quer investir sabiamente? Se sua resposta a estas perguntas for sim, você provavelmente precisa criar um diagrama de Ishikawa.

Sua equipe pode usar o diagrama de Ishikawa para explorar as causas potenciais de um problema em particular e assim resolvê-los de forma mais eficaz. Nosso modelo de diagrama Ishikawa ajudará você e sua equipe a enfrentar o problema onde quer que você esteja. Mas não vamos nos adiantar, vamos dar um passo de cada vez, entenda o que é o diagrama de Ishikawa (ou espinha de peixe) e como ele é usado.

Conheça também todas as ferramentas de análise causa raiz que é possível criar na Miro.

O que é um diagrama de Ishikawa?

Esse diagrama também é conhecido como diagrama de causa e efeito, diagrama de Ishikawa (nome de seu inventor, o especialista japonês em controle de qualidade Kaoru Ishikawa) e diagrama de espinha de peixe. As equipes o utilizam para fazer uma análise de causa e efeito, organizando o problema no diagrama e em seguida incluindo o efeito que esse problema teria e qual seria sua causa. Assim, é possível projetar e visualizar todas as causas possíveis de um problema, antecipando as possíveis consequências. 

Este esquema, criado em 1943, parte do ponto de que todo problema que existe tem uma causa e é simplesmente porque há algo de errado com o processo. Assim, o que Ishikawa propôs foi que, em vez de remendar os problemas, é necessário identificar a origem dos mesmos para evitá-los e para que o trabalho flua normalmente.

O diagrama Ishikawa deve ser sempre feito em equipe, pois é um metodologia que funciona melhor quando feito em equipe. Ele requer um brainstorming da equipe para ter diferentes pontos de vista sobre o problema e assim poder analisar diferentes sugestões e chegar a um resultado bem sucedido.

O Dr. Ishikawa inicialmente usava seu diagrama em ambientes industriais, nos quais ele trabalhava como químico, mas com o tempo seu uso se espalhou para muitos outros mercados.

Em resumo, o diagrama de espinha de peixe é sempre composto de três elementos principais: 

  • Cabeça: Esta é a parte principal do diagrama. É onde vamos escrever qual é o principal problema. É a base para completar o restante do diagrama do peixe.

  • Espinhas: Como todos os peixes, as espinhas são o que mantém o diagrama unido e as principais causas que pensamos estar dando origem ao problema principal estão escritas nas extremidades das espinhas.

  • Sub-espinhas: Esta seção faz parte das espinhas, mas são diferentes, pois é aqui que as causas potenciais de cada um dos problemas das espinhas são detalhadas. Você pode acrescentar quantas quiser.

Uma vez que os elementos estejam claros, o próximo passo é ler o diagrama de Ishikawa para ver como podemos cortar ou ajustar as causas que estão causando o problema analisado. Mas primeiro precisamos saber como construir o diagrama de Ishikawa do zero. 

Caso queira aprender mais rápido, comece a criar o seu diagrama agora mesmo usando nosso modelo e já coloque em prática o seu aprendizado - só clicar em "Usar modelo" e começar agora!

Como criar um diagrama de Ishikawa

Recomendamos que você crie um diagrama Ishikawa online e em equipe, isso lhe dará muitas mais possibilidades de análises do que criá-lo no papel. Você pode modificá-lo como desejar e permite que os membros da equipe trabalhem nele sem a necessidade de estar no mesmo espaço. No entanto, sugerimos sempre seguir estes passos:

1. Defina o problema

Defina claramente o que é o problema, como e quando ele ocorre. Isto deve ser colocado no lado esquerdo do diagrama, como a "cabeça" do peixe. Certifique-se de que sua equipe esteja de acordo e tenha clareza sobre o problema antes de começar a explorar as causas. 

2. Identifique as principais causas

Em que categorias ou áreas mais amplas se enquadram as causas potenciais? Por exemplo, se você estiver tentando diagnosticar um problema com seu produto de software, você pode querer considerar usuários, software ou marketing. Para um produto físico, você pode incluir pessoas, métodos, materiais, máquinas ou o meio ambiente. Tente usar dez categorias, no máximo.

3. Liste as causas

Uma vez definidas as categorias, é hora de listar todas as causas individuais para cada seção. Estes elementos tornam-se as "espinhas" do peixe, e você pode usá-los como base para o diagnóstico da causa raiz do problema. Alguns grupos utilizam o diagrama de espinha de peixe junto com o método dos cinco porquês para sondar e descobrir sistematicamente novas causas potenciais. Idealmente, o brainstorming é a melhor maneira de realizar esta etapa.

4. Faça uma votação

Se as causas já são conhecidas, a próxima coisa que você pode fazer usando nosso modelo de diagrama Ishikawa é uma votação. Durante essa votação, a equipe deve ter um número limitado de votos para escolher as causas que são consideradas mais importantes e se concentrar em um número limitado para torná-lo mais viável.

4. Determine os próximos passos

Uma vez concluída a votação, as causas mais votadas serão trabalhadas democraticamente e a equipe terá que chegar a um acordo sobre como trabalhar nessas causas, quem será responsável e qual será o prazo.

Se você tiver alguma dúvida sobre como fazer o diagrama Ishikawa você pode acessar nosso modelo online e lá você pode assistir a um pequeno vídeo explicando como fazer o diagrama no painel da Miro. Ele permite não apenas criá-lo de maneira fácil graças ao modelo, mas também pode fazer outras atividades graças a tela infinita da ferramenta.

Cinco benefícios do diagrama de Ishikawa

1. Ela se concentra na causa e não nos efeitos

O uso de um diagrama Ishikawa ajuda as equipes a realmente chegarem na causa principal e profunda de algo que está acontecendo, em vez de simplesmente descrever a situação ou focar nos efeitos.

2. Tenha uma visão geral de todas as causas potenciais

Um diagrama de Ishikawa mostra múltiplas causas organizadas de forma lógica e visual. Todas as partes interessadas podem explorar e compreender como estão relacionadas em uma visão macro. 

3. Dá estrutura a um brainstorming.

Muitas equipes usam o diagrama de espinha de peixe como ponto de partida para um exercício de brainstorming estruturado que lhes permite gerar um grande número de ideias potenciais sobre qual poderia ser a causa principal de um problema. 

4. Faz com que todos se concentrem na causa raiz

Ao invés de identificar as causas de um problema isoladamente, o diagrama de Ishikawa permite que a equipe trabalhe em conjunto, analisando e priorizando as diferentes possibilidades até que a causa raiz seja encontrada.

5. Estimula o trabalho em equipe

Ao conduzir uma sessão de brainstorming com todos os membros da equipe usando a estrutura do diagrama de Ishikawa online, todos podem opinar igualmente, o que torna muito mais fácil a colaboração. Ter pontos de vista diferentes é essencial.

Todos esses benefícios são ótimos, não é mesmo? Então crie um diagrama Ishikawa grátis na Miro agora mesmo, clicando em "Usar modelo"!

Exemplo de diagrama de Ishikawa

Em nosso modelo de diagrama Ishikawa, você tem um exemplo perfeito para comparar com seu problema e ajudá-lo na elaboração do mesmo. Neste caso, o problema é "Por que as pessoas cancelam sua assinatura de uma plataforma", sendo o problema que seria colocado na "cabeça" localizada no lado esquerdo do diagrama. 

Partindo dessa base, primeiro temos que procurar quais poderiam ser as principais causas e escrevê-las tanto no topo como na base, neste caso as causas que colocamos no diagrama de Ishikawa são: "Preço muito alto", "sistema instável", "falta de atendimento ao cliente", "falta de ofertas" ou "falta de estratégia".

Uma vez definidos estes passos, o próximo passo é listar os problemas, dependendo das causas. Esta é a parte fundamental do diagrama de Ishikawa. Neste caso, alguns deles são "concorrentes são mais baratos", "não temos vantagem competitiva".... 

Isso seria um exemplo simples de um diagrama Ishikawa, mas se você quiser vê-lo na tela, basta abrir nosso modelo.

Outro exemplo que podemos citar em outro campo seria o tecnológico com o atraso na produção de um produto. Neste caso, o problema principal seria "Atraso na produção" e seria colocado na cabeça do peixe no lado esquerdo do diagrama de Ishikawa. 

Identificamos as possíveis causas que estão dando origem ao problema e, neste caso, podemos colocar "Matéria-prima", "Trabalho", "Máquinas" e "Equipamentos". A partir daí, precisaríamos apenas desenvolver cada causa com novas anotações. Por exemplo, em "Matéria-prima" podemos afirmar que os subproblemas são que ela é de má qualidade, que há falta, que chega defeituosa... Em "Máquinas" podemos dizer que é obsoleta, que se decompõe facilmente... Em "Trabalho" podemos escrever a má motivação, falta de recursos, pessoal sobrecarregado... e, finalmente, em "Equipamento" podemos encontrar os problemas que dizem respeito à gerência encarregada da produção, por exemplo, falta de atenção, tarefas mal atribuídas, má previsão de tempo... 

Uma vez definidas as causas, faríamos como no exemplo anterior e uma sessão de votação seria realizada para democratizar o resultado dos principais problemas, a fim de resolvê-los pela raiz para que a produção possa voltar ao normal.

Conheça também as funcionalidades da Miro para fazer ciclos PDCA.

O Diagrama Ishikawa 6M

O método de diagrama Ishikawa mais padronizado é o de 6M. Até recentemente era o mais utilizado, mas muitos perceberam que não era o mais eficaz. Entretanto, o diagrama Ishikawa de 6M baseia-se nestas 6 etapas:

  • Mão-de-obra: Aqui todos os aspectos relacionados ao pessoal devem ser considerados.

  • Métodos: Nesta seção você tem que se perguntar se a metodologia do trabalho está correta. Tem que avaliar a maneira como as coisas estão sendo feitas, sempre com base nos valores da empresa.

  • Máquinas: tenta responder aos problemas que podem aparecer na infraestrutura presente em todo o processo, quer seja software, hardware, máquinas...

  • Medição: Tem a ver com a parte do processo que revisa os materiais e como as coisas são feitas. Este "m" do diagrama de Ishikawa pode ser muito semelhante ao do trabalho, mas difere no sentido de que aqui os trabalhadores são omitidos.

  • Meio ambiente: Analisa as causas e resultados naturais que fazem parte do processo de fabricação. Alguns aspectos que são levados em conta são a luz, o ruído, o aquecimento, a cultura da empresa...

  • Matérias-primas: Como seu nome sugere, tudo o que tem a ver com os materiais utilizados para desenvolver o produto é avaliado.

Em cada "m" devemos responder uma série de perguntas que devem ser feitas dependendo da indústria e do processo em que estamos fazendo o diagrama de Ishikawa.

Em quais áreas pode ser utilizado um diagrama de Ishikawa?

O diagrama Ishikawa é utilizado em muitas indústrias e em muitos departamentos por diferentes razões. Veja como ele pode ser utilizado:

Marketing

A área de marketing é uma das mais amplas em várias organizações. As campanhas são realizadas em diferentes níveis, online, offline, pagas, orgânicas... Um diagrama Ishikawa pode ajudar as equipes de marketing a detectar que tipo de resistência elas têm ao lançar uma newsletter, por exemplo, um anúncio nas mídias sociais ou porque demora tanto tempo para entregar o material. Todas as equipes podem usar isso para tentar melhorar o fluxo de trabalho e tornar o futuro muito mais eficiente. 

Vendas

Este é talvez um dos níveis onde o diagrama de Ishikawa é mais comumente utilizado. A principal causa é que os vendedores estão sob muita pressão e isto pode levá-los a falhar em alcançar seus objetivos. Portanto, é necessário descobrir as causas pelas quais as expectativas acordadas não estão sendo atendidas e procurar uma solução para a causa raiz. Neste caso, o diagrama pode ser utilizado tanto individual quanto coletivamente, dependendo da necessidade.

Administração

Este é sem dúvida o nível mais alto onde um diagrama de Ishikawa pode ser usado. Para a liderança pode ser útil por uma variedade de razões, como por exemplo, entender por que a equipe de vendas não está vendendo o suficiente ou por que a equipe de marketing não está trazendo usuários suficientes através da busca orgânica e assim por diante. É uma excelente ferramenta para a gestão empresarial.

Atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente é uma parte muito importante de uma empresa porque é talvez o ponto de contato mais direto entre a empresa e o cliente. Portanto, definir o que está sendo feito errado e melhorá-lo é muito importante não apenas para fidelizar os clientes, mas também para atrair novos clientes. 

Agora nós lhe demos muitas dicas sobre como criar seu diagrama Ishikawa online, está na hora de começar a criar o seu próprio. Você pode começar explorando nosso modelo online e, posteriormente, compartilhar com sua equipe para deixar a análise ainda mais rica.

Explore também outros tipos de diagramas online da Miro para gestão e negócios.

Perguntas frequentes sobre Diagrama de Ishikawa

Como fazer um diagrama Ishikawa?

Comece por definir o problema claramente e colocá-la no lado esquerdo do diagrama. Em seguida, identifique as causas potenciais do problema e classifique-as. Finalmente, liste cada causa como as "espinhas" dos peixes.

Como é utilizado um diagrama de Ishikawa?

Um diagrama de espinha de peixe é uma ferramenta que aliada a um brainstorming em equipe, permite identificar as causas raiz de um problema. É utilizado para a solução de problemas e no diagnóstico preventivo de conflitos antes que eles se manifestem de uma forma que cause grandes danos.

Onde posso fazer um diagrama Ishikawa?

Você pode usar nosso modelo de diagrama Ishikawa ou desenhar seu diagrama Ishikawa em nossa lousa online, uma tela infinita. Se você quer mais inspirações para fazer seu diagrama, você também pode acessar mais modelos de nosso extenso Miroverse.

Modelos Relacionados
Competitive Analysis Thumbnail
Visualizar
Modelo para Análise de Concorrentes
2×2 Prioritization Matrix-thumb
Visualizar
Template de matriz de priorização 2 por 2
Spaghetti diagram template-thumb-web
Visualizar
Modelo para Diagrama de Espaguete
decision-matrix-thumb-web
Visualizar
Modelo de matriz de decisão
aws-architecture-diagram-thumb
Visualizar
Template para diagrama de arquitetura da AWS
aws-git-to-s3-webhooks-thumb
Visualizar
Modelo do AWS Git para webhooks S3