low-fidelity-prototype-web

Modelo de Protótipo de Baixa Fidelidade

Transforme conceitos gerais de design em elementos testáveis com nosso modelo de protótipo de baixa fidelidade.

Trusted by 65M+ users and leading companies

walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
liberty mutual
wp engine
accenture
bumble
delloite
hewlett packard
total
dropbox
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign
liberty mutual
wp engine
accenture
bumble
delloite
hewlett packard
total
dropbox
walt disney
asos
contentful
ubisoft
pepsico
macys
whirlpool
hanes
yamaha
docusign

Sobre o template de protótipo de baixa fidelidade

Os protótipos de baixa fidelidade ajudam os times de produto e de UX a estudar a funcionalidade do produto ou serviço com foco na iteração rápida, e nos testes de usuário para projetar os designs futuros. Procurando um modelo de wireframe que possa ser usado como um projeto para páginas de sites ou telas de aplicativos? É para isso mesmo que serve um wireframe de baixa fidelidade. 

Ao se concentrarem em esboçar e traçar um mapa de conteúdo, menus e fluxo de usuário, os designers e não designers podem participar do processo de design, e de ideação. Em vez de produzir telas interativas vinculadas, os protótipos de baixa fidelidade se concentram em insights sobre as necessidades do usuário, visão do design e alinhamento dos objetivos das partes interessadas. 

Continue lendo para saber mais sobre os protótipos de baixa fidelidade.

O que é um protótipo de baixa fidelidade?

Os protótipos de baixa fidelidade funcionam como visualizações iniciais práticas do seu produto ou serviço. Estes protótipos simples compartilham apenas alguns recursos com o produto final. São ideais para testar conceitos amplos e validar ideias. 

Os protótipos de baixa fidelidade também são estáticos e tendem a se apresentar como telas, uma a uma. 

Cada tela terá o visual de um esboço ou wireframe com ilustrações simples em preto e branco. Em vez de detalhes complexos, cada quadro é preenchido com conteúdo ou etiquetas fictícias, a depender do que estiver disponível. 

Quando usar protótipos de baixa fidelidade?

Os protótipos de baixa fidelidade são mais úteis quando você precisa testar cada elemento de design: desde fluxos de trabalho ou caminhos de conversão até o posicionamento de elementos visuais ou interação com o site. 

Os gerentes de produto e designers de UX podem usar protótipos quando precisam:

  • Fazer alterações no design com facilidade durante a fase de teste do produto

  • Incentivar os usuários a dar feedback sincero com base na funcionalidade, e não no design

  • Alterar os esboços do design com rapidez, se as ideias não funcionarem

  • Definir expectativas realistas com os stakeholders, já que os esboços provavelmente não serão lançados no dia seguinte

Os protótipos de baixa fidelidade estão ganhando mais popularidade graças ao aumento da disseminação do design thinking e das metodologias de lean startup (como validação antecipada e soluções de produtos mínimos viáveis em que os times iteram) e a abordagem colaborativa e responsiva do design centrado no usuário. 

Crie seu próprio protótipo de baixa fidelidade

É muito fácil criar seus próprios protótipos de baixa fidelidade. A ferramenta de lousa da Miro é a canvas perfeita para criá-los e compartilhá-los. Comece selecionando o modelo do protótipo de baixa fidelidade e siga os passos a seguir para criar o seu.

  1. Defina seus objetivos.  Defina quais recursos principais você deseja mostrar aos seus usuários. Em um post it, liste duas ou três funcionalidades principais que você pretende incluir no protótipo de baixa fidelidade. 

  2. Defina seu método com base no seu usuário e recursos.  O nível de detalhes que você deve incluir no seu protótipo de baixa fidelidade dependerá das respostas a duas perguntas: que tipo de usuário será exposto a esse protótipo (e como eles podem fornecer feedbacks úteis)? Quais ferramentas e recursos estão disponíveis para você? 

Se você trabalha no Adobe XD, pode usar o plugin do Adobe XD para adicionar seus boards de arte aos boards da Miro e ainda colaborar com seu time durante o processo de design na Miro. 

  1. Execute seu protótipo.  Não se preocupe muito com a forma ou a função. Atenha-se “a sua ideia em si e ao que você deseja testar com o usuário.

  2. Teste seu protótipo.  Ajude seus usuários a entender os objetivos do projeto do seu protótipo e faça perguntas de teste. Você também pode criar uma tela de boas-vindas ou um guia breve junto com os wireframes do protótipo para que seus usuários de teste leiam antes de começar a análise. Você pode solicitar feedbacks gerais ou específicos por exemplo sobre percepção de benefícios, reações, awareness, vantagem competitiva ou intenção de uso. 

  3. Aprenda com sua fase de teste de protótipo e repita.  Colete feedback dos seus usuários e encontre as coincidências entre suas observações. Esses insights podem ser incorporados em um diagrama de afinidade para identificar padrões ou semelhanças. Você pode repetir a fase de teste com os usuários conforme necessário. Depois de incorporar o feedback do usuário aos seus protótipos de baixa fidelidade, você pode seguir para a criação de protótipos de alta fidelidade. 

Modelos Relacionados
Lean UX Canvas Thumbnail
Visualizar
Template de Lean UX Canvas
ux-research-thumb-web (1)
Visualizar
Template para UX Research (Pesquisa de UX)
heart-template-thumb-web
Visualizar
Modelo de Framework H.E.A.R.T.
Breakout-group-thumb-web
Visualizar
Modelo de estrutura para grupo de discussão
Research Design Thumbnail
Visualizar
Template para Design Research (Pesquisa de Design)
user-flow-thumb-web
Visualizar
Template de User Flow para UX (Fluxo do Usuário)